Sexta-Feira
27 de abril de 2018
(51) 3634.1321
Assine o jornal  |  Fale conosco

São Vendelino

Fonte da Imagem: Prefeitura Municipal de São Vendelino no Google Maps
Fonte da Imagem: Prefeitura Municipal de São Vendelino no Google Maps

Prefeita: Marlí Lourdes Oppermann Weissheimer

 

Vice-prefeito: Evandro Luís Schneider

 

 

A história do Município

 

No dia seis de fevereiro de 1855, o vice-cônsul francês, Conde Paulo Montravel, conseguiu a concessão do governo Imperial e comprou uma área de 16 léguas, situada no Forromeco Superior. Teria o prazo de cinco anos para colonizá-la. Enfrentando dificuldades financeiras, Montravel instituiu uma empresa colonizadora, juntamente com três sócios, Dr. Israel Soares de Barcelos, Dr. Dionísio de Oliveira Silveiro e João Coelho Barreto. A área de 16 léguas foi denominada de Colônia Santa Maria da Soledade, e foi dividida entre seus sócios. Cada lote recebeu a denominação de um dos sócios, sendo o Distrito Barcelos a atual São Vendelino, o centro da colônia. Portanto, o município de São Vendelino possui uma história muito mais antiga que muitos outros municípios da encosta do planalto, uma vez que sua ocupação é decorrente do segundo período de colonização alemã no Estado, iniciado a partir da segunda metade do século XIX. 


Na atualidade, os municípios de São Vendelino e de Barão (Linha General Neto) e uma parte mais ao sul de Carlos Barbosa (Santa Clara, Santa Luíza e Santo Antônio do Forromeco) comporiam a colônia fundada por Montravel. Os primeiro habitantes de São Vendelino, segundo José Cândido de Campos Netto, em seu livro "Montenegro", editado em 1924, são os seguintes nomes: João Felipe Scheid, Antônio Kossmann, Antônio Ludwig, Nicolau Lermann e Nicolau Neis.


Registros assinalam que, em 1859, havia 1240 pessoas, perfazendo um total de 263 famílias estabelecidas na Colônia Santa Maria da Soledade. Estes tinham as seguintes nacionalidades: 904 alemães, 81 brasileiros, 201 holandeses, 40 suíços, 13 belgas e 1 francês. Destes, 622 eram católicos e 618 protestantes. Convém destacar que o plano inicial da empresa era que somente suíços seriam utilizados na colonização da região, o que demonstra que o plano inicial de Montravel acabou não se concretizando. A nova colônia era um mosaico de etnias.


Mas estas terras não eram totalmente desabitadas antes da chegada dos colonos. O território já se encontrava habitado por portugueses, uma vez que aparecem como donos de lotes nomes lusos. Além destes, havia os índios. Sentindo-se ameaçados devido à invasão de suas terras, os índios cainguangues, ou "bugres", como eram chamados pelos alemães, atacavam os lotes, destruindo as plantações, saqueando e matando os colonos. Um dos relatos mais impressionantes foi o ataque que aconteceu à família de Lamberto Versteg , por volta do ano de 1868. Eram moradores do lote nº 16 do Distrito Coelho, à margem direita do Forromeco, uma área bastante acidentada. Na ausência do pai Lamberto, a esposa Valfrida e os filhos Jacó e Lucila foram atacados pelos bugres. Destruída a propriedade, a esposa e os filhos foram seqüestrados. De São Vendelino, partem os alemães em busca dos índios e da família de Lamberto, sem, no entanto, alcançarem o grupo. Apenas Jacó sobreviveu. Decorridos quase dez anos é que pai e filho irão se encontrar.


A falta de estradas para o transporte de mercadorias foi um dos fatores que dificultaram a fixação do imigrante à nova terra, a sua sobrevivência e principalmente o desenvolvimento econômico da colônia, uma vez que não pôde ocorrer uma produção em maior escala. Em 1861, as dificuldades começam a ser superadas e São Vendelino se destaca quanto ao seu desenvolvimento. Torna-se a sede da primeira paróquia da região. Estavam estabelecidas 1387 pessoas, o equivalente a 291 famílias. Na época, a colônia contava com seis armazéns e outros estabelecimentos menores, um moinho em funcionamento e mais outro em construção, um ferreiro, um fabricante de cerveja , um charuteiro, um tecelão, um seleiro, dois marceneiros, três alfaiates, quatro sapateiros, cinco pedreiros, um tanoeiro e um funileiro.


Devido às dificuldades de ordem financeira, no ano de 1873, o governo imperial rescinde o convênio com a empresa colonizadora e a colônia é incorporada ao Império. Em 18 de janeiro de 1877, pelo decreto nº 6480, a Colônia Santa Maria da Soledade é emancipada do regime colonial. Nesta época, o Distrito Barcellos passa a chamar-se de São Vendelino, devido à forte devoção que os imigrantes alemães católicos tinham ao Santo e pelo fato de diversos imigrantes terem vindo da cidade de "Sankt Wendel", no Estado de Saarland, na Alemanha.


Em 1879, São Vendelino deixou de ser freguesia e passou a capela curada de Bom Princípio. No ano de 1883, por ato municipal de Montenegro, é novamente elevada á freguesia e criado o distrito de São Vendelino.


Quanto a sua história política administrativa ao longo do século XX temos:

  •  1953: através de consulta plebiscitária os moradores decidem anexar-se a São Sebastião do Caí;
  •  1982: com a criação do município de Bom Princípio, São Vendelino é incluído neste novo município;
  •  29/04/1988: emancipou-se de Bom Princípio através de um plebiscito;
  •  16/04/1989: primeira eleição.

São Vendelino e Sankt Wendel (Alemanha)  - Cidades Irmãs


O município de São Vendelino tem sua população formada predominantemente por imigrantes alemães que com uma farta bagagem cultural, aqui se estabeleceram à aproximadamente 150 anos. Quem foram os primeiros imigrantes? Quando e de onde vieram? Aonde se estabeleceram? Estas são algumas das questões que sempre mais tem despertado o interesse de nossa população.Desde a primeira Administração Municipal, sempre se buscou incentivar trabalhos e ações que visassem resgatar e preservar dados históricos relacionados à imigração alemã no Brasil, e em especial, em São Vendelino.


Desde 1990 a administração municipal mantém contatos com a administração e moradores da cidade alemã de Sankt Wendel, no estado do Saarland, na Alemanha. Com uma longa trajetória de pesquisa e com a comprovação através de informações de real valor sobre a emigração para o Brasil, que comprovam originar-se nossos antepassados da região do Saarland, podemos assegurar que existem profundos laços históricos e culturais que unem estas duas cidades, a começar pelo nome dado ao nosso município, em função da forte devoção que os imigrantes alemães tinham ao São Vendelino e pelo fato de diversos imigrantes terem vindo da região de Sankt Wendel (São Vendelino) / Alemanha.


Como resultado deste elo de interesses entre ambas as cidades podemos destacar a ida de 20 jovens estagiários para região de Sankt Wendel desde 1992; vinda anual de grupos de turistas daquela cidade para o RS e ida de moradores de São Vendelino para lá; apresentação de banda alemã em nossa festa maior, o Kerbfest; apresentações de grupos de dança vindos de várias regiões da Alemanha; vinda de grupo de prefeitos da Alemanha para São Vendelino; ida de grupos esportivos buscando integração esportiva e conhecimento da região e seus moradores; inclusão da disciplina de alemão nas escolas municipais; vinda de uma emissora de TV da Alemanha para elaboração de um documentário de São Vendelino; intercâmbio entre escolas das duas cidades, com troca de cartas entre crianças de 7 a 12 anos, e o principal, que a vinda de representantes oficiais da cidade de Sankt Wendel para oficialização do intercâmbio que reconhecem Sankt Wendel e São Vendelino, cidades irmãs. Tudo isso visando sempre mais o interesse de se buscar um maior intercâmbio entre as duas cidades com a implantação de projetos sócio-econômicos e culturais.

 

O dia 18 de outubro de 2003 entrou para a história como uma das datas mais importantes da história de São Vendelino. Desde aquele dia, a cidade tornou-se irmã de Sankt Wendel, na Alemanha. A assinatura do documento que reconhece as duas cidades como “cidades irmãs” foi trazido da Alemanha por representantes do Executivo e Legislativo de Sankt Wendel, e assinado pelos prefeitos de ambas as cidades.

 

Fonte: www.saovendelino.rs.gov.br

 

 

Telefones Úteis:

 

  • Prefeitura 3639-1122 / 3639-1166 / 3639-1070
  • Câmara de Vereadores 3639-1416
  • Secretaria Municipal da Educação 3639-1122
  • Secretaria Municipal da Saúde 3639-1120
  • EMEI Estrelinhas do Recanto 3639-1111
  • EMEI Pequeno Paraiso 3639-1044
  • Escola Leonardo Fritzen 3639-1240
  • Escola Vinte e Nove de Abril 3639-1052
  • Centrinho 3639-1248
  • CCC/Biblioteca Pública Municipal 3639-1066
  • Secretaria Municipal de Saúde 3639-1120
  • Unidade Básica de Saúde 3639-1212
  • Assistência Social/CRAS 3639-1415
  • Conselho Tutelar 3639-1089 / 9676-9354
  • Ambulância 9969-0798
  • Bombeiros 3639-1318  / 9817-1323
  • Secretaria Municipal de Oras 3639-1122 / 9969-0793
  • Plantão da água 9969-0654
  • Serviços Públicos 9969-0792
  • Secretaria Municipal da Agricultura 3639-1122 / 9618-3265
  • Emater/ASCAR 3639-1011
  • Brigada Militar 3639-1337  /  9701-2318
  • Polícia Civil 3634-1211
  • Polícia Rodoviária 3634-1234
  • Hospital 3634-1103
  • Sindicato dos Trabalhadores Rurais 3639-1122
  • Correios 3639-1145
  • Banrisul 3639-1150
  • Sicredi 3639-1195
  • Farmácia 3639-1425
  • Comunidade Católica 3639-1085
  • Comunidade Evangélica 3639-1045
  • Quiosque Municipal 9662-3357
  • Brigada Militar 3639-1337 / 9701-2318
  • Polícia Civil 3634-1234
  • Polícia Rodoviária Estadual 3634-1211
  • Hospital São Pedro Canísio/BP 3634-1103
  • UPA/BP 3634-1191
  • Samu Regional 3320-1000 / 192
  • Fórum 3637-1268
  • Cartório Eleitoral 3637-1453
  • Promotoria Pública 3637-1590
  • Cartório de Registro de Imóveis 3637-1391
  • INSS 3635-1107
  • Rodoviária BP 3634-1115
  • AES Sul 0800 707 7272 torp. 28410

0 Comentários

Carregar mais comentarios
Carregando
notícias da cidade Encontro de Antigos deu ar retrô ao centro do Pequeno Paraíso
Encontro de Antigos deu ar retrô ao centro do Pequeno Paraíso
Família Angst tem encontro no domingo
Fim de semana é de Stadtfest
Futsal/São Vendelino
Ver todas as notícias
previsão do tempo
veja mais notícias
Incêndio no Posto Sim: ataque a terminal do Banrisul provocou o fogo
26/04/2018  |  Vale Real  |  Geral
Incêndio no Posto Sim: ataque a terminal do Banrisul provocou o fogo
Caminhão reforça a frota
26/04/2018  |  Vale Real  |  Geral
Caminhão reforça a frota
Atração de empresas e crescimento da receita são destaque
26/04/2018  |  Vale Real  |  Geral
Atração de empresas e crescimento da receita são destaque
Encontro da família Rauber reuniu 600 pessoas
26/04/2018  |  Feliz  |  Geral
Encontro da família Rauber reuniu 600 pessoas
Veja todas as notícias

Primeira Hora

Rua 25 de julho, nº 168

Centro - Bom Princípio / RS

CEP 95765-000

Bom Princípio: (51) 3634.1321

bomprincipio@primeirahora.rs

Quem somos

Assine o jornal

Fale conosco

www.facebook.com/JornalPrimeiraHora